▸ Acompanhe nas redes

NOTÍCIAS / cidade
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir

04.03.2021 - 10:00  |  Bolsa Universidade

Reativação do Bolsa Universidade vai até sexta-feira

Reprodução

 Para reativar a bolsa, o beneficiário deve ter solicitado a sua interrupção junto à Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) 


Os beneficiários do programa Bolsa Universidade, da Prefeitura de Manaus, que estão com o benefício suspenso têm até esta sexta-feira, 5/3, para solicitar a reativação da bolsa de estudo.

Para reativar a bolsa, o beneficiário deve ter solicitado a sua interrupção junto à Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), no período anterior de 12 meses, a contar da data da suspensão.

O bolsista deve apresentar, no momento da reativação, os seguintes documentos: RG, CPF, declaração de vínculo com a instituição de ensino, histórico acadêmico e matriz curricular do curso.

O diretor-geral da Espi/Semad, Júnior Nunes, destaca a importância do programa para a população. O programa Bolsa Universidade é uma das prioridades do prefeito David Almeida, porque é uma ótima oportunidade para os cidadãos da cidade se capacitarem e obterem uma maior oportunidade de emprego, possibilitando ser um apoio financeiro à sua família”, explica o diretor-geral.

O serviço está sendo realizado na sede da escola, localizada na avenida Compensa, 770, Vila da Prata, zona Oeste, por meio de agendamento prévio pelos números (92)98855-21339/1041 ou 988421056, via WhatsApp, das 8h às 14h, para evitar aglomerações no órgão.

Suspensão

O prazo para a suspensão do benefício segue até o dia 26 de março e pode ocorrer por dois motivos: excepcional, solicitada a qualquer momento em casos de doenças graves, gravidez de risco ou serviço militar; ou não excepcional, recorrente de assuntos pessoais do bolsista.

O beneficiário deve apresentar a seguinte documentação: RG, CPF, declaração de vínculo com a instituição de ensino, histórico acadêmico. Para os casos excepcionais, o bolsista deve apresentar também laudo médico ou declaração de engajamento militar.
 
 
 

MAIS NOTÍCIAS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Publicidade
Publicidade
Publicidade

CURTA-NOS